Posso exagerar com os alimentos permitidos?

Sabe aquelas receitinhas que salvamos aqui e quando chega a hora de fazer queremos fazer todas?
Pois é disso mesmo que vamos falar agora: exagerar nas receitinhas, “jacar” com os alimentos permitidos, largar o freio na 3ª fase da dieta cetogênica, camuflar as jacadas…. (se identificou né? eu sei, eu tbm rs…)


Exemplo 1: Estou na indução e comi oleaginosa porque não tinha nada à mão na hora que bateu a fome. As oleaginosas são permitidas na dieta, mas indico ser consumida apenas na 3ª fase.
Nesse caso não acho que se trataria de uma jacada (se consumida sem excesso), e sim um avanço de fase. Lógico que todos nós sabemos as consequências de inserir repentinamente alimentos com um pouco mais de carboidratos.
Principalmente em relação ao apetite, que costuma abrir de forma súbita. O conselho que te dou é: tente respeitar a fase em que você está porque os alimentos foram selecionados visando sua saciedade!
Quanto mais alto o alimento se encontra na escala de carboidratos, mais impacto terá no seu apetite.
E isso fará toda a diferença na sua dieta!


Exemplo 2: Já estou na 3ª fase, salvei várias receitinhas e agora posso fazê-las, usando farinhas de oleaginosas, frutas permitidas, adoçantes.
Vou aproveitar e fazer uma a cada dia. Já que é permitido, aproveitar né?


CUIDAADO! MUITA CALMA NESSA HORA!
Em regra estipulamos o valor de 20g de carbos/dia afim de que até um organismo com muita dificuldade de perder peso consiga entrar em cetose.
Mas há pessoas que conseguem perder peso com 30g, 40g, 50g de carbo/dia, outras não.
E isso será uma situação muito individual, cada pessoa tem o seu nível máximo de carboidratos para continuar perdendo peso numa boa.
Algumas pessoas têm este nível mais abaixo, outras mais acima, com o tempo você descobrirá o seu.
Sem contar os picos de insulina que essas receitas podem dar no organismo, atrapalhando a permanência da cetose.


“Então não é permitido comer os permitidos?”
Não disse isso. Apenas quero advertir a importância do cuidado ao comer, não se empolgar, evitar o excesso, não usar como uma válvula de escape.
Tudo com moderação!!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *